Preloader

PORQUE HÁ COISAS QUE NÃO PASSAM DE MODA

A ideia de que a moda é cíclica é incontornável. Quando a tendência era usar calças à boca-de-sino, todos (ou todas) afirmávamos ser incapazes de usar calças direitas. No entanto, foi o que passámos a vestir e voltamos a ver agora, nos expositores das lojas, as antigas e renegadas calças à boca-de-sino.
O termo “vintage” é o expoente máximo desta perspetiva cíclica da moda. O vintage popularizou a ideia de que roupas, acessórios e objetos de outros tempos podem ser utilizados na atualidade. Peças velhas e aparentemente sem utilidade passam a ser autênticos ícones e inspirações no que toca à moda, tornam-se elementos diferenciadores do nosso estilo e da nossa decoração.

Assim, a aquisição de produtos vintage – que, precisamente por serem vintage são, maioritariamente, em segunda mão – vai muito além da questão económica, relacionando-se com a exclusividade e originalidade dos mesmos. Não se compram peças em segunda mão apenas por serem mais baratas, mas porque são peças únicas, distintas e de qualidade elevada.

Esta tendência tem-se consolidado nas principais cidades europeias, o vintage parece estar cada vez mais presente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fechar

WABI SABI

Loja Online – Mobiliário Retro – Vintage – Deco – Antiquidades

Fechar

Entrar

Fechar

Carrinho (0)

O carrinho esta vazio Nenhum produto no carrinho.

WABI SABI

Loja Online – Mobiliário Retro – Vintage – Deco – Antiquidades